Palestra DevCamp 2015

Resumo
Como preparar a equipe de TI e quais tecnologias utilizar para suportar 1 milhão de pedidos mês? Essa é a meta da Ifood para o ano de 2015. Como dobrar a capacidade de uma operação com escalabilidade e manter a qualidade? A palestra mostrará como Cloud, Chef, Docker, ElasticSearch, aliado a alta performance de processos de continuous delivery e operations podem funcionar em um cenário complexo.

Continuar lendo

Chef – Instalando o WordPress “one-click”

Neste Post estou apresentando como instalar WordPress através do Chef da Opscode. 

Como muitas pessoas utilizam a ferramenta para criação de sites e blogs, acusei a necessidade de criar rapidamente um ambiente para você ter seu site em “one-click”.

Os testes foram realizados em AWS – AMI UBNTU SERVER EC2 e UBUNTU SERVER

Segue o procedimento:

Continuar lendo

Webinar – Cloud Computing – Adotando e Extraindo o Máximo da Nuvem

Webinar apresentado no dia 13/03

Descrição

Segundo o Gartner, quatro forças continuarão a impulsionar mudanças e gerar novas oportunidades em 2014, são elas: Redes Sociais, Mobilidade, Cloud Computing e Informação. Elas já impulsionam a procura por infraestrutura programável capaz de escalar através da Internet.

Continuar lendo

DevOps, entregando valor ao negócio

No ambiente de TI sempre vimos equipes de Operações e Desenvolvedores muitos separadas, cada um olhando para o seu próprio umbigo.

A equipe de operações sempre preocupada com as necessidades do negócio que é o de manter a infraestrutura 100% do tempo disponível, segura, sem bugs e com alto desempenho. Para isso, sempre foi necessário realizar a criação de inúmeros processos e procedimentos em que todos os usuários tinham que serem inseridos. Essa é uma visão natural de quem é cobrado por isso.

Já os desenvolvedores estão sempre preocupados em colocar suas versões em produção, visando agregar, o mais rápido possível, valor ao negócio do cliente. Porém, eles tem um fator impeditivo, que são os processos das equipes de operações, com seus procedimentos rígidos que impactam a implantação de sistemas, assim que testados.

Continuar lendo

INFRAESTRUTURA ÁGIL, PODE ISSO?

No atual mercado de TI tem se escutado muito em entrega contínua (continuous delivery), metodologias ágeis, PaaS, IaaS, DevOps e etc.

Quando se trabalha em infraestrutura o paradigma é muito grande referente a essas metodologias, já que normalmente o cara de TI (infra) é o “roda presa”, pois ele sempre é cobrado por manter os sistemas seguros, disponíveis, com alto desempenho, etc, etc e etc.

Com isso, no final das contas, é o cara que fala sempre “não” e, além disso, gosta de ter o “controle” da situação.

Continuar lendo